Fotografia: Nuno Cerqueira

Detidos por roubos, burlas e armas proibidas no distrito de Braga

PSP colaborou na investigação.

Nuno Cerqueira
9 Mai 2019

A GNR anunciou hoje ter detido três indivíduos, com idades entre os 21 e os 49 anos de idade, suspeitos de estarem relacionados com a prática de crimes de de roubo, burla e detenção de armas proibidas no distrito de Braga.

Segundo informações recolhidas junto do comando Territorial de Viseu, através do Núcleo de Investigação Criminal, para além de Braga, os meliantes são suspeitos de terem atuado ainda nos distritos de Porto, Bragança, Vila Real e Viseu.

Após vários meses de investigação, que tive início num crime de roubo ocorrido em janeiro, a GNR verificou que os suspeitos efetuavam burlas, em plena via pública, onde abordavam as vitimas com a justificação de que pretendiam abrir um estabelecimento de compra e venda de ouro.

«Nos casos em que não conseguiam ter acesso às peças em ouro através da burla acabavam por realizar o roubo por esticão. Para além de peças em ouro roubavam também as carteiras das vítimas», confirmou esta autoridade militar ao Diário do Minho.

A GNR efetuou seis buscas domiciliárias e três a veículos, que culminaram na apreensão duas viaturas, dois telemóveis, dois tablets, uma espingarda, 55 cartuchos, sete plantas de cannabis, diversos fios, medalhas, anéis e brincos em ouro e 80 euros em numerário

«Os detidos vão ser presentes ao Tribunal Judicial de São Pedro do Sul», disse a GNR, acrescentando que a operação teve a contribuição da PSP.





Notícias relacionadas


Scroll Up