Fotografia: DM
Abel Ferreira disparou contra os críticos

Treinador fez uma crítica generalizada ao que foi ouvindo e lendo durante a semana.

José Costa Lima
3 Mai 2019

A conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Marítimo principiou com Abel Ferreira a fazer uma espécie de “defesa de honra” às críticas proferidas por alguns adeptos de futebol após a derrota caseira do SC Braga com o Benfica.

«Há uns meses disse que se não tivéssemos cuidado estaríamos a incitar à violência e o que vamos assistindo é que os jogos de futebol são de vida ou de morte, onde a rivalidade passou a ser ódio. E fico triste porque por detrás de um profissional de futebol há um homem. Vale tudo: acusar, insinuar, insultar, injuriar. Vale acusar o carácter, o profissionalismo, vale tudo. Em meu nome e do grupo, se quiserem dizer que jogamos mal, eu vou aceitar porque são as regras do jogo, mas pôr em causa ao profissionalismo e dignidade dos meus jogadores, desta equipa técnica, do presidente e sobretudo dos adeptos, isso não. Apetecia-me ficar em silêncio… Não me revelo nas declarações a que vamos assistindo. Com muita pena minha ainda não batemos no fundo», resumiu o técnico do SC Braga.





Notícias relacionadas


Scroll Up