Fotografia:

Deputada do PCP questiona suspensão das obras da Doca de Pesca de Esposende

Delegação liderada por Carla Cruz visitou o local e fez perguntas ao governo.

Redação / NC
28 Abr 2019

Uma delegação do PCP, liderada por Carla Cruz, deputada da República, eleita pelo círculo eleitoral de Braga reuniu-se com a Associação de Pescadores Profissionais do Concelho de Esposende, para se inteirar do andamento das obras de modernização da doca de pesca de Esposende.

Do encontro ficou-se a saber que as obras estão suspensas, pelo que a deputada questionou o governo, mais concretamente a ministra do Mar, para saber o porque da suspensão.

Segundo uma nota de imprensa enviada ao Diário do Minho, pela delegação comunista, pelo que se ficou a saber da reunião, as obras foram suspensas sem sem que tivesse havido uma explicação cabal que sustente tal decisão.

Nas perguntas apresentadas ao Ministério do Mar, liderada por ANA Paula Vitorino, a deputada do PCP, Carla Cruz, questiona sobre para quando será cumprida a Resolução da AR e, no tocante à suspensão das obras, quais as razões para tal decisão, e, sobretudo, quando é que as referidas obras serão retomadas.

De acordo com o PCP, a comunidade piscatória de Esposende assume que ficou surpreendida com com esta paragem e teme que os prazos não sejam cumpridos e que, no limite, possa dignificar o adiamento, “sine die” e as melhorias prometidas não sejam concretizadas.

Segundo o comunicado enviada à redação do Diário do Minho, na reunião ficou-se a saber, pelo presidente da Associação de Pescadores de  Esposende, que tem havido procura de novos pescadores, interessados em iniciar a atividade de pesca em Esposende, mas que têm optado por concelhos vizinhos, precisamente por causa da barra, cuja ausência «prejudica» não só os pescadores mas também as atividades de turismo e lazer.





Notícias relacionadas


Scroll Up