Fotografia: Twitter
Há um padre já apelidado de “herói” no incêndio que atingiu a Catedral de Notre-Dame

Capelão dos bombeiros entrou na Catedral em chamas e salvou a famosa “Coroa de Espinhos”.

Nuno Cerqueira
16 Abr 2019

Chama-se padre Jean-Marc Fournier e é o capelão dos Bombeiros de Paris. Este cura não hesitou, durante o incêndio que atingiu a Catedral Notre-Dame, ontem, em entrar naquela importante espaço patrimonial do Mundo, para salvar alguns artefactos.

Entre eles está a famosa representação da “Coroa de Espinhos” que os fiéis acreditam conter partes da coroa usada por Jesus Cristo antes da crucificação, uma das relíquias em exposição no interior da Catedral.

Fournier quis acompanhar os bombeiros ao local e decidiu ajudar no resgate do monumento. Este padre terá sido, segundo alguns relatos, responsável pela preservação de algumas das maiores relíquias religiosas da catedral de Notre-Dame.

 

 

A notícia é dada pela Sky News. «O padre Fournier é um herói absoluto. Não mostrou nenhum medo e entrou  imediatamente em direção das relíquias no interior da catedral, garantindo que seriam salvas», lê-se.

Etienne Loraillere, um editor da estação televisiva católica de França KTO, confirmou a história e o  jornalista divulgou ainda uma fotografia do padre no local.

O padre Fournier já foi agraciado pela coragem e já há quem peça para que  seja considerado “Santo” pelo seu ato tido como «heróico».

As peças estão agora na Câmara de Paris.




Notícias relacionadas


Scroll Up