Fotografia: Nuno Cerqueira
Fluxo turístico obriga Braga a reforçar rede WiFi no centro histórico

Disponível a partir de quarta-feira, dia 17.

Redação / NC
15 Abr 2019

Tendo em conta o elevado fluxo de utilizadores, o Município de Braga está a reforçar a cobertura da rede WiFi instalada no centro histórico da cidade, em particular nas zonas de maior procura turística.

O investimento, de aproximadamente 50 mil euros, resulta da aprovação de uma candidatura à ‘Linha de Apoio a Projectos WIFI em Centros Históricos’, disponibilizada pelo Turismo de Portugal.

O novo “WiFi Braga” estará disponível a partir desta quarta-feira, dia 17 de abril.

«Maior potência de sinal e capacidade para suportar mais dispositivos ligados» são algumas das melhorias, que terá ainda integrada «uma nova plataforma de gestão».

«Será pedido a todos os utilizadores para se registarem novamente, aceitando, dessa forma, os termos e políticas de acordo com a Lei de Protecção de Dados», disse fonte da autarquia.

As principais áreas de intervenção são a Praça Conde de Agrolongo, Praça do Município, o Jardim de Santa Bárbara, a Praça da República e a Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, biblioteca esta que tem sido cada vez mais frequentada por turistas que procuram explorar Braga e a sua cultura tendo como ponto de partida o acervo ali existente.

Recorde-se que além da zona histórica da cidade, o WiFi Braga está disponível nas Piscinas da Ponte, no Parque Municipal de Campismo e Caravanismo e no Estádio Municipal.




Notícias relacionadas


Scroll Up