Fotografia: Avelino Lima
Dívida da Câmara de Braga a fornecedores é maior que os empréstimos da banca

Novas condenações por obras a mais no novo estádio e custo de novos sintéticos fazem duplicar dívida de curto prazo

Joaquim Martins Fernandes
13 Abr 2019

O exercício de 2018 está a comprometer a gestão financeira do Município de Braga e o Executivo Municipal assume que a pressão de novas dívidas ligadas a processos relativos à construção do Novo Estádio «continuará a condicionar a gestão do município e o futuro da cidade».

Só em 2018, o valor da dívida a fornecedores mais do que duplicou, ultrapassando, pela primeira vez, as dívidas à banca.

A tendência é de agravamento nos próximos anos, sendo esperadas mais duas condenações judiciais, que vão obrigar ao pagamento de mais 7 milhões de euros.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up