Fotografia: DR

“Maria…Mulher de Fé” patente na Galeria de Artes e Ofícios de Amares

Promovida pela Comissão Organizadora da Procissão da Burrinha.

Redação
12 Abr 2019

Sentir as emoções de Maria, revivendo os vários episódios da sua vida, numa provação de Fé e de desenraizamento da vida terrena, é a expressão da pintura promovida pelo Atelier de Arte Sacra Francisco Neto, com a exposição “Maria…Mulher de Fé”, acolhida pelo Município de Amares.

A exposição foi inaugurada, esta manhã, na Galeria de Artes e Ofícios, na Praça do Comércio, em Ferreiros, local onde pode ser apreciada até ao dia 30 de abril.

Promovida pela Comissão Organizadora da Procissão da Burrinha, esta iniciativa pretende divulgar a primeira procissão da semana Santa de Braga, que representa episódios desde o antigo Testamento até aos primeiros dias de Jesus.

“Já o ano passado tivemos aqui uma exposição alusiva à Procissão da Burrinha e voltamos a abrir as portas ao Município de Braga acolhendo mais uma mostra cultural, desta vez com uma exposição mais orientada para a arte sacra mas com o mesmo intuito: dar espaço a uma interessante referência cultural e religiosa, proporcionando também aos nossos munícipes um contacto privilegiado com as obras que aqui podem ser apreciadas”, referiu o vice-presidente da Câmara de Amares, Isidro Araújo, destacando, a importância da partilha entre territórios próximos.

Esta exposição é também um convite à população amarense para assistir ao cortejo bíblico, que sai à rua no dia 17 de abril, às 21h30 e percorre a cidade de Braga.

“Procuramos estabelecer este intercâmbio entre concelhos vizinhos com laços de amizade porque reconhecemos a importância destas parcerias, trazendo peças de artes belíssimas representativas de um dos momentos culturais e religiosos mais simbólicos da nossa cidade para que sirvam também de atrativo”, admitiu o presidente da Junta de Freguesia de São Vítor, Ricardo Silva, que se fez acompanhar pelo secretário Domingos Abreu, e pelo tesoureiro, José Ferraz.

“As pessoas de Amares têm uma relação muito grande com a cidade de Braga, por isso, sair de portas e trazer através desta exposição um convite para aquela que é uma das nossas procissões mais icónicas e representativa desta época que vivemos é muito importante. Ambos os municípios ganham com isso”, referiu Lídia Dias, vereadora da Cultura da Câmara de Braga.

Depois da estadia na Galeria de Artes e Ofícios de Amares, a exposição vai seguir até ao Santuário de Nossa Senhora da Abadia, onde permanecerá durante o mês de maio.





Notícias relacionadas


Scroll Up