Fotografia: Nuno Cerqueira

«Família e escola também são fatores de risco para as crianças»

Conferência “Direitos das crianças e a prevenção dos maus tratos infantis”.

Nuno Cerqueira
4 Abr 2019

O juiz conselheiro e antigo Ministro da Justiça, Álvaro Laborinho Lúcio, considerou hoje que «as famílias e escolas são também fatores de risco» e que muitas vezes não respeitam os «direitos das crianças».

A sessão decorreu no âmbito da conferência “Direitos das crianças e a prevenção dos maus tratos infantis”, organizada pela Fundação Bracara Augusta e que faz parte do programa do “Mês Azul”, numa iniciativa integrada com Município de Braga e que visa a prevenção dos maus-tratos infantis e juventude.

Em palavras proferidas no auditório da Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, Laborinho Lúcio destacou várias questões fundamenteis “chave” para o «desenvolvimento de uma racionalidade diferente com as crianças».

«Em primeiro lugar considerar que existe uma cultura da criança e que temos que a conhecer. O que é uma criança, quem é o ser criança e como respeitamos esse ser criança na sua autonomia e completude. Por outro lado são sujeitos com direitos e que têm que ser respeitado por nós todos. Claro que elas também têm que respeitar os outros. Todavia tem que haver uma relação de respeito dos direitos numa relação harmoniosa e menos centrada na imposição dos deveres», apontou.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up