Fotografia: Nuno Cerqueira

Crimes contra património e pessoas dominam criminalidade em Braga

Números avançados pelo Instituto Nacional de Estatística são ainda provisórios.

Joaquim Martins Fernandes
31 Mar 2019

Os crimes contra o património e contra as pessoas representam a maior parte da criminalidade registada pelas forças policiais no concelho de Braga, em 2018.

Os números relativos ao ano dão conta de uma descida generalizada da prática criminosa em todo o distrito, que não registou nenhum crime de homicídio voluntário consumado nem qualquer crime contra a identidade cultural.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up