Fotografia:

Passos de Cabreiros evocam memória de mulheres que veem filhos sofrer

Lágrimas correrem no rosto de muitas pessoas que hoje presenciaram a Procissão dos Passos de Cabreiros.

José Carlos Ferreira
24 Mar 2019

O padre João Alberto Correia, a quem coube hoje a pregação no momento do encontro entre Jesus e sua mãe Maria na majestosa Procissão do Senhor dos Passos de Cabreiros, lembrou todas as mães dos dias de hoje que se sentem amarguradas por verem os seus filhos sofrerem.
«Quero aqui evocar a memória de tantas mulheres que viram e veem os seus filhos sofrer. Aquelas mães cujos filhos lhes morreram nos braços, nas camas dos hospitais, acidentes de viação ou, por ventura, em guerras quantasvezes sem sentido e fraticidas. Quero evocar aquelas mães que veem os filhos perdidos por caminhos que não são os do bem, aquelas mães que veem os filhos a perderem-se porque há gente sem escrúpulos», disse o sacerdote.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up