Fotografia: Nuno Cerqueira
Companhia de Teatro de Braga doa bilheteira a Moçambique

Dias 26 e 27 de março.

Nuno Cerqueira
21 Mar 2019

A Companhia de Teatro de Braga (CTB) quer encher o Theatro Circo, duas vezes, para contribuir para ao fundo de emergência de ajuda a Moçambique, país devastado pela tempestade de Idai. Com isso espera arrecadar sete mil euros.

Segundo explicou ao Diário do Minho, Rui Madeira, da CTB, estava previsto a comemoração do Dia Mundial do Teatro, mas face à tragédia que Moçambique está a viver, surgiu a ideia, conjunta com a Cruz Vermelha Portuguesa de Braga, Câmara Municipal de Braga, InvestBraga e Theatro Circo, de ajudar através da entrega da totalidade da receita de dois espetáculos de teatro.

«Queríamos fazer algo, assim, desta forma, decidimos alterar o que estava previsto para as celebrações do Dia Mundial do teatro com para o lema da tragédia, a verdadeira tragédia», referiu Rui Madeira. Sendo assim, o objetivo passar por encher, pelo menos, os dois espectáculos dos dias 26 e 27 de março. Um total de 1400 lugares e que daria uma receita de sete mil euros.

«No dia 26 e 27, às 21h30, temos o espetáculo A Antiga Mulher pela CTB. Também no dia 27, pelas 11h00 e 15h00, no pequeno auditório, o espetáculo para a infância “O Barbeiro de Sevilha” pela Companhia de Teatro de Almada», disse Rui Madeira. Além do bilhete, que custará cinco euros, o público pode ainda contribuir com outras quantias.

«O dinheiro será entregue à Cruz Vermelha Portuguesa, que o fará seguir para Moçambique», referiu Rui Madeira.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]




Notícias relacionadas


Scroll Up