Fotografia: Avelino Lima

Programa de apoio à redução dos passes poderá reduzir em 79 mil toneladas, por ano, a emissão de CO2

A informação foi avançada hoje pelo Secretário de Estado Adjunto e da Mobilidade, na Universidade do Minho.

Rita Cunha
19 Mar 2019

Setenta e nove mil toneladas de CO2 poderão deixar de ser produzidos em Portugal, por ano, como resultado da implementação do Programa de Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Públicos (PART).

A esta estimativa do Governo, avançada ontem pelo Secretário de Estado Adjunto e da Mobilidade, junta-se a adesão de mais de cem mil pessoas ao transporte público que, por sua vez, passará a efetuar mais 63 milhões de viagens do que as que faz atualmente.

De acordo com José Gomes Mendes, que falava à margem da 3.ª Conferência Anual das Autoridades de Transportes, dedicado ao tema “Desafios da descentralização da mobilidade”, fez questão de vincar que o PART é um programa nacional e não apenas destinado às áreas metropolitanas de Lisboa e Porto. «Cobre todo o país e isso está muito claro na lei do Orçamento de Estado».

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up