Fotografia: Jorge Oliveira

Basílica de S. Pedro em Guimarães vai restaurar nove esculturas

A escultura do patrono deverá ser recolocada no altar por alturas da solenidade de S. Pedro, a 29 de junho

Jorge Oliveira
22 Fev 2019

A Irmandade do Príncipe dos Apóstolos São Pedro acaba de dar início a um projeto de conservação e restauro de várias esculturas de arte sacra do espólio da Basílica de São Pedro, no Toural, em Guimarães.

O padre José Silvino adiantou, hoje, na Sala da Memória da Basílica, que nesta primeira fase serão restauradas três imagem de S. Pedro – destacando-se a do patrono que está do lado direito do altar da Basílica e que será do século XVIII -, a do Cristo no Calvário e a da Nossa Senhora das Dores, no altar do Senhor dos Aflitos, e as imagens de S. Francisco de Assis e de S. António que estavam guardadas.

Posteriormente, a Irmandade vai mandar restaurar as imagens de Santo Avelino e de Santa Serafina.

Segundo o capelão, a escultura do patrono deverá ser recolocada no altar por alturas da solenidade de S. Pedro, a 29 de junho, para se celebrar este ano a festa daquele Apóstolo com a imagem restaurada e com mais dados acerca da mesma.

A Irmandade tem em curso uma campanha, intitulada “São santos mas precisam de padrinhos”, para recolha de donativos destinados a ajudar a custear a conservação e restauro das esculturas.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up