Fotografia: Nuno Cerqueira

? Academia Industrial para fazer “upgrade IG9” aos operários de Guimarães

Universidade, município e empresas.

Nuno Cerqueira
22 Fev 2019

Uma Academia Industrial para “instalar” um upgrade aos trabalhadores das empresas vimaranenses é umas das faces do projeto I9G.

Apresentado hoje no Salão Nobre dos Paços do Concelho de Guimarães, este “suplemento” de aceleração para a indústria 4.0 só vai funcionar se tiver “uma injeção” financeira da União Europeia ou do Governo.

«Este projeto vai ter que ser muito bem trabalhado com o Governo. Só avançará se tivermos apoios financeiros», destacou, apontando já um local físico para instalar a Academia Industrial, em Pevidém, e que passa pela aquisição de uma antiga unidade fabril. Vai custar 800 mil euros.

O projeto I9G vai atuar nas dimensões como o desenvolvimento e a inovação do o potencial humano, capacidade produtiva e na propriedade industrial.

O reitor da Universidade do Minho, Rui Vieira de Castro, refere que o IG9 tem como base «a transferencia de conhecimento e tecnologia para indução de inovação».

Este é um projeto que espera um investimento de 200 milhões de euros de fundos comunitários e que conta como parceiros a universidades e politécnicos instalados no território de Guimarães.

O Ministro da Economia, Siza Vieira, gostou do que viu e ouviu. Sem revelar em que medida o Estado poderá a abraçar a causa IG9, lá foi dizendo que o projeto «é um momento singular na economia portuguesa».

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up