Fotografia: Avelino Lima

Comunicação municipal deve resistir à «tentação excessiva de comunicação»

Seminário internacional debate na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão

Carla Esteves
21 Fev 2019

O presidente da Câmara Municipal de Famalicão defendeu hoje que a comunicação municipal deve «criar condições para que a comunidade tenha acesso àquilo que acontece no Município de uma forma genuína e transparente e o mais rapidamente possível».

Para Paulo Cunha é, por isso, indispensável que «a comunicação municipal consiga interagir de uma forma positiva e construtiva com a comunicação social seja ela de base local, seja nacional», mas resistindo sempre à «tentação excessiva de comunicação».

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up