Fotografia: Jorge Oliveira
BoCA apresenta arte contemporânea em sete espaços culturais de Braga

O programa da bienal foi apresentado hoje no Museu da Imagem

Jorge Oliveira
20 Fev 2019

O Museu da Imagem, o gnration, o Museu D. Diogo de Sousa, a Casa dos Crivos, o Theatro Circo, a Fonte do Ídolo e o Mosteiro de Tibães são os espaços que acolhem a segunda edição BoCA – Biennial of Contemporary Arts, evento que se realiza de 15 de março a 30 de abril.

O programa da bienal de arte contemporânea foi apresentado hoje no Museu da Imagem pelo diretor artístico do BoCA, que detalhou as atividades previstas, a concretizar por 52 artistas nacionais e internacionais.

A programação deste ano apresenta 22 estreias mundiais e 15 estreias nacionais de obras com escalas e formatos diversos.

A Lisboa e Porto junta-se Braga, como cidade convidada, num gesto que «propõe a descentralização da oferta cultural através da expansão da representatividade e visibilidade dos artistas e dos seus projetos a nível local, nacional e internacional», disse John Romão.

Para a vereadora da Cultura da Câmara de Braga, Lídia Dias, a realização do evento em Braga reforça a presença da cidade no circuito da arte contemporânea.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]




Notícias relacionadas


Scroll Up