Fotografia: Avelino Lima

Reitor da UMinho reclama revisão da lei de financiamento do ensino superior

45.º aniversário da UMinho com o reitor a apontar algumas dificuldades que se prendem com a sustentabilidade financeira da academia

Jorge Oliveira
18 Fev 2019

A oito meses das Eleições Legislativas, Rui Vieira de Castro defendeu um compromisso dos diferentes grupos políticos no sentido de uma revisão da lei de financiamento do ensino superior que se «adeque à realidade das instituições».

«A UMinho aumentou significativamente o número de alunos; fê-lo em nome da responsabilidade social que é a sua; nem de perto nem de longe o financiamento do Estado acompanhou essa evolução», atirou no discurso que proferiu na sessão solene no Salão Medieval do Largo do Paço, em Braga.

Rui Vieira de Castro referiu-se ainda ao «grave problema do alojamento dos estudantes» que, embora tenha conhecido «desenvolvimentos positivos», frutos dos compromissos do Governo e autarquias com as universidades, «tarda» em ser resolvido e isso está a ter «impactos» na frequência de alunos no ensino superior.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up