Fotografia: António Silva

CDS contra asfixia fiscal que obriga a trabalhar seis meses para impostos

Jornadas Parlamentares do CDS em Braga.

Joaquim Martins Fernandes
30 Jan 2019

A presidente da CDS acusou o Governo de impor uma «asfixia fiscal» que obriga os portugueses «a trabalhar seis meses para pagar impostos».

Assunção Cristas apontou a necessidade de maior crescimento económico como a alternativa a uma governação que oferece «serviços públicos mínimos» e que «já não é capaz de assegurar a função fundamental do Estado».

Para a líder nacional do CDS, o modelo de governação que a “Geringonça” oferece não consegue responder às necessidades dos portugueses.

«A receita que nasce do lado das esquerdas não é a que serve o país. De poucochinho em poucochinho, vamos olhando e percebendo que falta tudo neste país», afirmou Assunção Cristas, na sessão de encerramento das Jornadas Parlamentares do CDS, que decorreram em Braga, focadas no tema”Europa, Coesão e Segurança”.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up