Fotografia: DR

Estudo vai avaliar impacto da redução do sal na saúde dos portugueses

Programa visa consciencializar os portugueses para a importância de melhorarem os seus hábitos alimentares.

Redação/Lusa
28 Jan 2019

Investigadores vão realizar um estudo para avaliar o impacto na saúde dos portugueses de um programa de reeducação alimentar de redução do consumo do sal, no âmbito do programa “Menos Sal Portugal” lançado hoje em Lisboa.

Lançado pela CUF e pelo Pingo Doce, o programa visa consciencializar os portugueses para a importância de melhorarem os seus hábitos alimentares em relação ao consumo de sal, que em Portugal é o dobro da quantidade recomendada pela Organização Mundial de Saúde (cinco gramas de sal diárias para um adulto e até três gramas para as crianças).

O programa inicia-se com a realização do “estudo inédito” que envolve 500 voluntários, entre os 20 e os 70 anos, da área metropolitana de Lisboa, que vão integrar, entre março e maio, um programa de educação alimentar que visa a redução do consumo do sal, sendo acompanhados e orientados por equipas especializadas.

“Esperamos que a mudança no estilo de vida, sobretudo nos hábitos alimentares, tenha um impacto favorável na população em estudo e que as alterações observadas se traduzam em ganhos de saúde duradouros”, afirmou Conceição Calhau, uma das coordenadoras do estudo, professora da Nova Medical School e investigadora do Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde (CINTESIS).





Notícias relacionadas


Scroll Up