Fotografia: DR
Jornada Mundial da Juventude arranca hoje no Panamá

A Arquidiocese de Braga enviou 16 participantes. O Bispo Auxiliar, D. Nuno Almeida, também marca presença na JMJ 2019.

Redação
22 Jan 2019

Milhares de jovens dos cinco continentes, incluindo cerca de 300 portugueses, participam hoje na missa de abertura da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) 2019, na Cidade do Panamá.

O maior encontro mundial de jovens católicos, iniciado em 1986 por iniciativa do Papa São João Paulo II, decorre até domingo, pela primeira vez, num país da América Central.

O Panamá tem pouco mais de quatro milhões de habitantes, 88% dos quais católicos, e recebe o Papa Francisco esta quarta-feira, para cinco dias de visita.

Antes da JMJ, decorreram os chamados “Dias nas Dioceses” e um Encontro Mundial de jovens indígenas, que mobilizaram milhares de participantes, em particular da América Latina; da Europa, o grupo mais numeroso é o da Polónia, com 7500 pessoas, seguindo-se a Itália, com 1500.

A delegação portuguesa tem 318 participantes, entre jovens e voluntários, acompanhados por seis bispos, entre os quais se encontra D. Nuno Almeida, Bispo Auxiliar de Braga. Da Arquidiocese rumaram ao Panamá 16 pessoas.

A Diocese de Santa Maria de Antígua é a primeira da Igreja Católica em “terra firme” na América, fundada em 9 de setembro de 1513, pelo Papa Leão X, e a sua Catedral, restaurada com a intervenção de técnicos portugueses, vai ser elevada a Basílica.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up