Fotografia: DMinho

JSD critica ministro por atrasos nas bolsas

Declarações de João Alcaide.

Redação
21 Jan 2019

A concelhia de Braga da Juventude Social Democrata ( JSD Braga) veio a público, no seguimento das notícias que indicam que, aproximadamente, 1200 estudantes da Universidade do Minho aguardam resposta aos respetivos pedidos de bolsa de estudo, criticar a passividade do ministro Manuel Heitor.

O presidente da JSD Braga, João Freitas Alcaide, considera que «é absolutamente injusta, e até imoral, a forma como o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, tem tratado as questões da ação social».

O líder da jota laranja referiu, também, que «é inadmissível que o ministro, há poucos dias, na Convenção Nacional do Ensino Superior, tenha aventado o fim das propinas num prazo de 10 anos, quando à data de hoje não é capaz de oferecer resposta aos pedidos de bolsa de estudo de milhares de estudantes, não salvaguardando a frequência do ensino superior em
condições de igualdade».

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up