Fotografia: Nuno Cerqueira
Concelhia de Braga do PS com eleições intercalares no dia 02 de março

Eleições.

Redação
15 Jan 2019

A concelhia do PS de Braga vai ter eleições intercalares, a 02 de março, depois da renúncia do presidente daquele órgão por “necessidade de clarificar a sua legitimação”, disse hoje à Lusa o próprio.

Artur Feio adiantou que o novo ato eleitoral foi decidido na noite de segunda-feira, numa reunião da Federação Distrital do PS de Braga, e que se vai recandidatar ao cargo, porque “é o que tem sentido”.

O também vereador na Câmara de Braga renunciou ao cargo de presidente da concelhia socialista no dia 05 de janeiro, justificando a decisão com os “constantes ataques e dúvidas sobre a legitimidade do órgão” levantadas pela lista derrotada nas eleições de janeiro de 2018.

Naquela altura, a lista adversária, liderada por Jorge Faria, recorreu do resultado das eleições por considerar que a lista de Feio não podia ter ido a votos porque “violou o regulamento” do PS ao ser entregue sem a respetiva moção política.

Artur Feio considerou hoje que a realização de eleições intercalares “é a saída lógica”.

“Depois de tantas dúvidas criadas, acusações sem sentido, esta é a forma de mostrar que uma lista eleita com 80% dos votos em urna não pode estar sempre a lidar com acusações de falta de legitimidade por uma questão formal”, sustentou Artur Feio.

O socialista afirmou ainda ter “as condições naturais, mais do que nunca”, para se recandidatar ao cargo.

“Não podemos também deixar o poder cair na rua”, disse.

Aquando da renúncia, os membros demissionários salientaram, em comunicado, que mantinham “intacta a convicção de que o partido Socialista continua a ser a força política com mais capacidade para preparar o concelho para os difíceis desafios que se colocam no presente e para o futuro”.

Para tal, apontaram ser “imprescindível reforçar a mobilização do PS/Braga, tendo em vista a sua afirmação como alternativa à desastrosa governação do município”.

“E isso passa, também, pela clarificação e pacificação interna do partido”, afirmaram.




Notícias relacionadas


Scroll Up