Fotografia: DR

Paulo Gonçalves é o melhor português após primeira etapa do Dakar

Já o barcelense Joaquim Rodrigues fez o 23º lugar.

Redação / NC
8 Jan 2019

O motard Paulo Gonçalves (Honda) foi hoje o melhor português na primeira etapa do Rali Dakar de todo o terreno, ao terminar em 11.º lugar a ligação entre Lima e Pisco, no Peru, com 84 quilómetros cronometrados.

O piloto de Esposende, que sofreu uma intervenção cirúrgica há exatamente um mês para retirar o baço, perdeu 6.41 minutos para o vencedor, o espanhol Joan Barreda, seu companheiro de equipa na Honda.

«A especial hoje correu muito bem. Estou muito satisfeito por ter terminado sem nenhum problema. Não tive dores, mas tive falta de ritmo. Fui com muitas cautelas, o que fez com que perdesse algum tempo. Para já, o objetivo não é o resultado, mas ir ganhando ritmo e confiança e não prejudicar a minha lesão. Terça-feira já será um dia bastante longo. Tentarei chegar cada dia, fazendo o menor número de erros possível e ir melhorando», disse Paulo Gonçalves na página pessoal do facebook.

Barreda terminou com 1.34 minutos de vantagem sobre o chileno Pablo Quintanilha (Husqvarna) e 2.52 minutos sobre o norte-americano Ricky Brabec (Honda).

Já o barcelense Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) foi o 23.º, a 10.14 minutos do líder, que terminou esta primeira especial em 57.36 minutos.

«Foi uma etapa de muitas emoções para mim. Estava muito nervoso lembrando o acontecimento do ano passado, em que uma queda me deixou logo fora de prova e com lesões que ainda hoje me afetam. Adotei um ritmo cauteloso, talvez até seguro demais. Sinto que me posso concentrar num bom ritmo para os próximos dias», disse o piloto de Barcelos.

No segundo dia, os pilotos enfrentam uma tirada entre Pisco e San Juan de Marcona, com 553 quilómetros, dos quais 342 cronometrados. A 41.ª edição do Rali Dakar decorre até ao dia 17.





Notícias relacionadas


Scroll Up