Fotografia: Nuno Cerqueira

? D. Jorge Ortiga revela que «há IPSS que correm o risco de fechar» se o Governo não aumentar o financiamento

Arcebispo de Braga alertou ainda para existência de famílias ainda em situação de carência.

Nuno Cerqueira
24 Dez 2018

O Arcebispo de Braga alertou hoje para o facto de existirem muitas IPSS no país que correm o risco de fechar.

«As exigências da Segurança Social são cada vez maiores e a comparticipação é sempre a mesma. Aquilo que nos dizem é que a comparticipação do Estado nem chega aos 38%», referiu D. Jorge Ortiga em declarações na televisão pública portuguesa, na cidade de Braga.

 

 

O Arcebispo Primaz gostaria que «fossemos capazes de olhar para estas IPSS que acolhem crianças e idosos, muitas sustentadas no trabalho de voluntariado», pois muitas instituições estão em risco de fechar.

«Era bom que o nosso Ministério olhasse para as IPSS, verificassem a situação em que se encontram e que reconhecessem que é necessário uma maior solicitude, atenção e, concretamente maior comparticipação», referiu.

D. Jorge Ortiga recordou que ainda existe «muita pobreza envergonhada».

«Não foi por acaso que a Arquidiocese de Braga, juntamente com a Cáritas, avançou para um fundo “partilhar com esperança” que tem ajudado pessoas em situação de carência. Pagamos desde a renda, as contas de casa, óculos, medicação, pessoas que aparentamente têm uma vida normal, mas que estão a precisar de ajuda», revelou o Arcebispo de Braga.

 





Notícias relacionadas


Scroll Up