Fotografia: António Valdemar
Braga promete continuar virada para o desporto

Sete mil na despedida da Cidade Europeia do Desporto.

José Costa Lima
23 Dez 2018

A aposta numa cidade virada para o desporto acabou da forma mais desejada por quem nunca deixou de acreditar na capacidade de trabalho de todos os agentes, dos pequenos clubes às instituições de maior renome, integrando um leque alargado de modalidades.

O ano está a fechar e, apontando para o balanço, Braga venceu o desafio a que se propôs.

E a prova cabal desse triunfo coletivo da comunidade, dentro e fora de portas, está no galardão atribuído há cerca de um mês, quando foi eleita a melhor de todas as cidades europeias. 

A Cidade Europeia do Desporto (CED) – Braga 2018 deixou de o ser – apenas formalmente – na noite de ontem, acompanhada por uma cerimónia que se compôs a preceito para aplaudir as instituições da cidade.

No renovado Forum Braga assistiu-se a uma despedida na denominação de Cidade Europeia, mas Braga não tenciona perder o legado que deixa com essa passagem de testemunho.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up