Fotografia: DR
Sindicato dos Funcionários Judiciais marca greve nacional para janeiro

Após um conjunto de greves parciais de duas horas diárias que decorre desde 05 de novembro e termina a 31 de dezembro.

Lusa
6 Dez 2018

O Sindicato dos Funcionários Judiciais (SFJ) agendou uma greve nacional de uma semana para janeiro, continuando a lutar pela renegociação do estatuto profissional, por promoções e pelo pagamento do trabalho suplementar.

Cerca de duas centenas de funcionários judiciais concentraram-se hoje novamente no Campus de Justiça, em Lisboa, gritando palavras de ordem como “Costa, escuta, os oficiais de justiça estão em luta”, alguns envergando camisolas pretas onde se lia “justiça para quem trabalha nela”.

O sindicalista António Albuquerque disse aos jornalistas que, devido à greve parcial – das 09h00 às 11h00 da manhã – dos funcionários, vários tribunais do Campus estavam parados e dezenas de diligências foram adiadas.

“Queremos que a nossa carreira tenha um reconhecimento justo através de um estatuto digno”, disse António Albuquerque, lembrando que “o oficial de justiça sustenta o sistema de justiça”.

O Ministério da Justiça marcou uma nova reunião com o sindicato para dia 11 e ficou de entregar antes um documento visado pelas finanças.




Notícias relacionadas


Scroll Up