Fotografia: DR

Carrinha branca a raptar crianças em Braga e Esposende é uma “fakenews”

Partilha de post está a provocar alarme social.

Nuno Cerqueira
27 Nov 2018

Têm sido muitos os pais que estão em sobressalto depois de viralização na web, nomeadamente nas redes sociais, principalmente através do facebook, de aviso que dá conta de «uma carrinha branca que anda a raptar crianças» entre Braga e Esposende. No entanto uma mãe de Vila Verde fez queixa na PJ de Braga sobre alegada tentativa de rapto à porta da escola André Soares em Braga.

O impacto do post foi enorme, ao ponto de vários pais terem andado à procura  dos filhos “ao mínimo atraso”.

Ora, tudo indica que este post não passará do uma “fakenews”, ou seja, uma notícia falsa.

 

As autoridades, nomeadamente as GNR de Esposende, Barcelos e Braga, desmente «qualquer queixa de rapto ou tentativa de rapto», assim como o comando distrital da PSP de Braga e de Viana do Castelo.

A publicação conta com mais de 2.500 partilhas em pouco mais de cinco horas e dá conta de raptos em vários concelhos do Minho.

Ora, uma mãe de Vila Verde avançou mesmo com queixa na PJ de Braga sobre alegada tentativa de rapto à porta da escola André Soares.

Esta não é a primeira vez que este tipo de notícia falsa acontece, sendo mesmo para alguns especialista das redes sociais «um clássico» das “fakenews”, mas que provoca alarme social.

Em 2013, 2015 e em 2017 ocorreram  várias situações em cidades e vilas de Portugal .Torres Novas, Ovar e Tomar são alguns dos exemplos, que levaram inclusiva a investigação da PJ.





Notícias relacionadas


Scroll Up