Fotografia: DR

Prémio Victor de Sá de História Contemporânea entregue a Emanuel Cameira e José Nunes

Entrega dos prémios e a apresentação dos trabalhos vencedores a 12 de dezembro.

Lusa
22 Nov 2018

O Prémio Victor de Sá de História Contemporânea 2018 distinguiu José Avelãs Nunes, pelo estudo da arquitetura dos sanatórios portugueses, e Emanuel Carreira, pela investigação sobre a “singularidade da edição literária nacional”, anunciou hoje a Universidade do Minho (UMinho).

Em comunicado envido à Lusa, a academia minhota explica que o prémio, atribuído pelo Conselho Cultural da Universidade do Minho, é “o maior galardão do país para jovens investigadores na área da História Contemporânea”, sendo a entrega dos prémios e a apresentação dos trabalhos vencedores em 12 de dezembro.

Nesta 27.ª edição foram ainda distinguidos, com uma menção honrosa, Gonçalo Antunes, pela obra “Políticas sociais de habitação (1820-2015): Espaço e tempo no concelho de Lisboa”, e Tânia Alves, com o tema “1961 – Sob o viés da imprensa. Os jornais portugueses, britânicos e franceses na conjuntura da eclosão da guerra no império português”.





Notícias relacionadas


Scroll Up