Espaço do Diário do Minho

Web sport
9 Nov 2018
Carlos Dias

Esta semana decorreu a Web Summit, conferência de tecnologia, realizada em Lisboa, onde o tópico de discussão é centrado na importância desta ferramenta aplicada a diversas áreas, incluindo o Desporto.

Esta conferência teve em exposição muitos exemplos de aplicação na área desportiva, mas também teve, entre os 800 palestrantes, diversas comunicações ligadas ao fenómeno desportivo, nomeadamente, em áreas de gestão, dirigismo, treino e prática desportiva.

A tecnologia é algo que tem uma importância significativa na ajuda constante que proporciona a todas as áreas no processo desportivo. Desde o treino, o jogo e a rede de comunicação, bem como a investigação científica, preparação, avaliação e desenvolvimento físico-motor dos atletas/equipas, podem ser melhorados com a ajuda destes meios tecnológicos.

Hoje, muitos clubes/associações/federações têm equipas especializadas em áreas como diagnóstico (avaliações médicas), avaliação da condição física, scouting e estatística (avaliação de prestação das equipas), em que, em todas elas, se utilizam software apropriado e avançado, como suportes que beneficiam o processo de treino e consequentemente o processo competitivo, mas, também, estas instituições, cada vez mais, apostam em redes de comunicação, rápidas e atrativas, usando a internet como o meio de ação.

As tecnologias conseguiram colocar mais rigor em muitas atividades que sempre caraterizaram e se fizeram sentir no desporto, por exemplo, a alimentação eficiente e ecológica, o vestuário técnico mais apropriado, o GPS, o “vídeo-finish”, as câmaras de alta definição (que permitem decompor o movimentos dos atletas), todos os softwares que permitem diagnosticar, avaliar, os padrões de ação dos adversários, são tecnologias, que com o passar do tempo, estão cada vez mais precisas, rápidas e completas.

Hoje, a internet (web e redes sociais) assume uma importância de relevo para que o desporto seja divulgado e promovido, quase em simultâneo com os respetivos acontecimentos.

A tecnologia está cada vez mais implementada no desporto, ajudando a romper limites, a aprofundar o conhecimento científico nesta área, a criar redes de comunicação, mas acima de tudo, a integrar os dados de uma forma mais eficiente para os treinadores e atletas, em tempo real.

Os treinadores, com a tecnologia, têm acesso a dados estatísticos e a muita informação, que monitorizam o percurso e o estado dos atletas/equipas, de forma a permitir controlar melhor o processo de treino e preparar melhor as competições. Hoje, a tecnologia no desporto é uma indústria que envolve muitos milhões de euros, mas, mais importante, é um forte aliado ao seu desenvolvimento.

Porém, apesar da “entrada” da tecnologia no desporto, e quanto ele pode beneficiar, nunca nos podemos esquecer que o rumo que esta ferramenta, ao serviço do desporto, também pode ter contornos do perfil de intenções de quem a controla. Nunca nos podemos esquecer que a tecnologia no desporto, tal como em muitas outras áreas, pode ajudar, mas nunca substituir.



Mais de Carlos Dias

Carlos Dias - 3 Jul 2020

Neste período de confinamento, para além do cumprimento das minhas obrigações pessoais e profissionais, aproveitei para estudar, fazer formação, assistir a palestras, também a algumas conversas, às vezes, informais, sobre as temáticas do Desporto, que me ajudaram a “passar” o tempo de forma útil e formativa. Neste contexto, assisti a uma conversa, bastante informal, entre […]

Carlos Dias - 19 Jun 2020

O Coronavírus tomou conta das conversas, fez parar a economia, fechou a alegria e a festa, desmobilizou algumas atividades humanas, atacou em força, tem feito sucumbir muitas pessoas, mas não deverá fazer parar os sonhos, as forças da humanidade e a razão da nossa própria existência. Neste sentido, não concebo que, depois de passar esta […]

Carlos Dias - 5 Jun 2020

Neste momento, apesar do desconfinamento ter iniciado a sua terceira fase do plano, ainda é preciso muito cuidado, tendo em conta aquilo que está definido como os riscos do contágio do COVID-19. A sociedade tem obrigação de manter as cautelas máximas no distanciamento, na higienização, mas também na forma como se comporta nos espaços públicos, […]


Scroll Up