Fotografia: Alexandre Gonzaga

Primeira pedra do santuário de Balasar é desafio à universalidade da mensagem da Beata Alexandrina

Arcebispo Primaz presidiu às cerimónias do 63.º aniversário da morte de Alexandrina Maria da Costa

Alexandre Gonzaga
13 Out 2018

A bênção da primeira pedra do Santuário Eucarístico Alexandrina de Balasar representou um apelo à universalidade do novo espaço sagrado, que ganhará forma nos próximos anos naquela freguesia do concelho da Póvoa de Varzim.

Na cerimónia, que decorreu hoje no âmbito do 63.º aniversário da morte de Alexandrina Maria da Costa, o Arcebispo Primaz desafiou os fiéis, principalmente, «os doentes do mundo inteiro, a invocarem uma graça», tendo em vista a sua canonização.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up