Fotografia: Alexandre Gonzaga

Arcebispo defende que Ano Missionário exige «menos conselhos e mais obras»

Milhares de fiéis participaram na Peregrinação Arciprestal de Vila Verde ao Santuário de Nossa Senhora do Alívio.

Alexandre Gonzaga
16 Set 2018

O Arcebispo Primaz desafiou ontem os sacerdotes e leigos da Arquidiocese de Braga a pautarem o Ano Missionário que se inicia «pela eloquência das obras», para que se seja capaz de «redescobrir a identidade cristã».
Na Peregrinação Arciprestal de Vila Verde ao Santuário de Nossa Senhor do Alívio, D. Jorge Ortiga lembrou que «todos, tudo e sempre são momentos para evangelizar».

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up