Fotografia: Jorge Oliveira
D. Jorge Ortiga quer comunidades acolhedoras e missionárias

Peregrinação ao santuário da Senhora do Carmo da Penha, em Guimarães.

Jorge Oliveira
9 Set 2018

O Arcebispo de Braga exortou hoje os cristãos, na peregrinação ao santuário da Senhora do Carmo da Penha, Guimarães, a serem uma «missão neste mundo», em consonância com a mensagem do Papa Francisco.

D. Jorge Ortiga, que presidiu à Eucaristia do encerramento daquela que foi a 125.ª peregrinação anual à Penha, disse que a Igreja Católica precisa de «comunidade acolhedoras e missionárias» e disponíveis a participar «ativa e criativamente no processo de ser e tecer esperança».

«Queremos comunidade acolhedoras, atentas a todas as necessidades, férteis em gestos de ternura e compreensão, peritas na arte de desatar os nós do sofrimento, luto, preocupações económicas e instabilidade familiar», sublinhou.

Citando uma passagem da exortação apostólica “Evangelli Gaudium”, o prelado convidou todos os cristãos da Arquidiocese (leigos e sacerdotes) a porem em prática a frase do Papa Francisco “Eu sou uma missão neste mundo”, notando que dando vida a esta ideia, testemunharão a sua «admiração e simpatia» pelo Papa quando «muitos querem encurralar a sua mensagem em mundos sombrios».

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]




Notícias relacionadas


Scroll Up