Fotografia: DR
É amanhã que os credores decidem futuro da AIMinho

Dívida ultrapassa os 12 milhões de euros.

Nuno Cerqueira
4 Set 2018

É amanhã, quarta-feira, que os credores decidem futuro da Associação Industrial do Minho (AIMinho) numa assembleia marcada para votar a sua recuperação ou liquidação, depois de decisão do Tribunal Judicial da Comarca de Braga.

Com uma dívida é superior a 12 milhões de euros, é dos bancos a maior fatia “de crédito” com a Caixa Geral de Depósitos (seis milhões de euros) e o Novo Banco (5,6 milhões de euros) a lideram os “milhões”.

A AIMinho, com duas mil empresas associadas, é uma associação regional multissetorial criada em 1975, tendo tido origem no Grémio das Indústrias Metalúrgicas e Metalomecânicas de Braga, fundado em 1956.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]




Notícias relacionadas


Scroll Up