Fotografia: DR
CP ainda não definiu paragens dos comboios após obras de eletrificação

Câmara de Barcelos pediu esclarecimentos.

Redação / NC
4 Set 2018

O presidente do Conselho de Administração da CP Comboios de Portugal, E.P.E., comunicou à Câmara de Barcelos que «não há ainda qualquer decisão quanto às paragens dos comboios dos serviços Alfa Pendular e Intercidades» na Linha do Minho, após serem concluídas as obras de eletrificação, uma vez que o modelo de oferta a ser implementado ainda não está definido.

A autarquia refere ainda que «não têm qualquer fundamento», as notícias que têm vindo a público sobre «as paragens daqueles serviços, nomeadamente, na estação de Barcelos».

«A Câmara pediu esclarecimentos à CP, tendo em conta o prejuízo para a cidade e para o concelho que constituiu a retirada da paragem do comboio Celta em Barcelos, desde 2014», lê-se na nota de imprensa.

Recorde-se que esta decisão levou a que a Câmara de Barcelos a aprovar, por unanimidade em junho de 2014, um voto de protesto pela falta do Governo ao compromisso estabelecido com o Município, no âmbito do acordo alcançado no Eixo Atlântico, de uma paragem do Celta na estação de Barcelos.

As obras de eletrificação da Linha do Minho entre Nine e Viana do Castelo deverão estar concluídas em breve, enquanto as obras entre Viana do Castelo e Valença arrancaram no final do passado mês de julho.

Juntas, as duas obras, têm um custo de 86,4 milhões de euros.




Notícias relacionadas


Scroll Up