Fotografia: Ana Marques Pinheiro
Tecidos são obras de arte na Bienal Têxtil de Guimarães

Centenas de pessoas marcaram presença na abertura da Bienal de Arte Têxtil Contemporânea, em Guimarães.

Ana Marques Pinheiro
1 Set 2018

Foi inaugurada ontem a quarta edição da Bienal de Arte Têxtil Contemporânea, Contextile, no Palácio Vila Flor, em Guimarães.
Na exposição internacional estão patentes 58 obras de 51 artistas, oriundos de 26 países.
A iniciativa apresenta obras de temática livre que foram selecionadas de entre 840 propostas resultantes de uma convocatória aberta.
O objetivo da Contextile é colocar o têxtil no contexto da criação artística contemporânea e aproximá-lo dos vimaranenses e de toda a comunidade de um território que se afirma como território de cultura têxtil.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]




Notícias relacionadas


Scroll Up