Fotografia: António Silva
Arquidiocese defende domingo como dia da família

Imagem de Nossa Senhora foi recebida por ranchos folclóricos.

Alexandre Gonzaga
20 Ago 2018

O vigário-geral da Arquidiocese de Braga defendeu, hoje, na cripta do Santuário do Sameiro, o domingo como dia da família.

Numa alusão à eucaristia, o cónego José Paulo Abreu, que presidiu à missa de encerramento da peregrinação do emigrante, sugeriu que os agregados «redescubram o valor deste espaço de amizade, fraternidade e intimidade».

Como é tradição, a imagem de Nossa Senhora foi recebida com músicas e danças de ranchos folclóricos.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]




Notícias relacionadas


Scroll Up