Fotografia:

? Torres das Lameiras transformadas em arte pelos moradores

Projeto envolve jovens dos seis aos 25 anos.

Nuno Cerqueira
15 Ago 2018

Um bairro, muito vezes vítima de exclusão social em Famalicão, transformado em novo centro de arte urbana.

Já apelido como o maior projeto de arte urbana do género no Minho, até sexta-feira nasce nas quatro torres das Lameiras murais de quatro personalidades histórica com ligação a Vila Nova de Famalicão: os escritores Camilo Castelo Branco e Júlio Brandão, o ex-presidente da República Bernardino Machado e o historiador Alberto Sampaio (ver as imagens).

O projeto tem a particularidade de contar coma colaboração ativa dos jovens moradores das Lameiras, dos seis aos 25 anos de idade.

Além de participarem nos trabalhos, a marca ficará eternizada na obra, através da representação dos seus rostos nas partes interiores de cada uma das torres.

O projeta nasceu pelas mãos da “A Casa ao Lado” e tem  a colaboração da Câmara de Famalicão.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up