Fotografia: Nuno Cerqueira
Transferida de helicóptero depois de sofrer queimaduras graves em Boivão

Vítima tem 56 anos e sofreu queimaduras em 45% .

Nuno Cerqueira
7 Ago 2018

Uma mulher com 56 anos de idade sofreu ao início desta tarde queimaduras consideradas «graves» quando manuseava um líquido inflamável.

A situação ocorreu na freguesia de Boivão, concelho de Valença, quando esta se encontrava em casa.

Os Bombeiros Voluntários de Valença socorreram a vítima. «Tinha 45 por cento do corpo queimado», confirmou fonte dos bombeiros.

A ocorrência teve ainda o apoio diferenciado da VMER de Viana do Castelo, sendo que a vítima acabou por ser transferido via helicóptero do INEM.

«Esta foi levado para o aeródromo de Cerval e foi transferida para o Hospital de São João, no Porto», acrescentou ainda fonte dos bombeiros.

Segundo fonte do hospital, a mulher foi atingida «no rosto, tórax, abdómen e numa perna», confirmado a gravidade das queimaduras de segundo e terceiro grau.

O Diário do Minho também contactou o CDOS de Viana do Castelo, mas este referiu que «não tinha nada a comunicar».

Desconhecem-se as circunstâncias em que se registou a ocorrência.

 




Notícias relacionadas


Scroll Up