Fotografia: DR

Câmara de Guimarães assume recuperação da chaminé da Fábrica de Curtumes de Roldes

Departamento de Urbanismo considera que a chaminé em causa «é um elemento arquitetónico único».

Redação
19 Jul 2018

A Câmara de Guimarães assumiu a aquisição da chaminé da Fábrica de Curtumes de Roldes, Lda, no Lugar de Caneiros, em Fermentões, com o objetivo de garantir a sua recuperação atendendo ao seu elevado valor histórico importante para o concelho.

A chaminé é constituída por tijolo maciço, em forma de cone, e tem uma altura de 31 metros.

Numa primeira instância, a empresa solicitou a autorização para demolir a chaminé da sua unidade industrial, alegando perigo de ruína, tendo sido indeferido a demolição da obra, com o intuito do proprietário proceder urgentemente à recuperação.

Entretanto, os representantes da empresa concordaram com a cedência do terreno onde se encontra erigida a chaminé, em regime de direito de superfície por um período de 70 anos, prorrogável por iguais períodos, bem como a constituição de uma servidão de um terreno, a favor do Município, para acesso à própria chaminé, nomeadamente para execução das respetivas obras de recuperação e manutenção.

Para efeitos de recuperação e manutenção daquele marco histórico, a autarquia está na disposição de executar as obras necessárias à estabilização da chaminé, em face da sua atual degradação. A estimativa das obras a realizar na chaminé ascende a 50 mil euros (+ IVA).





Notícias relacionadas


Scroll Up