Espaço do Diário do Minho

Homem do leme
6 Jul 2018
Carlos Dias

Acaba hoje a semana nacional da formação do Desporto Escolar, que decorreu desde o dia 3. Quase uma semana em que quatro centenas de professores rumaram a Braga, para fazerem formação especializada em Desporto e Educação Física.

Este evento é um exemplo de interação institucional e de uma autêntica parceria entre as Escolas de Braga, os Centros de Formação, a DGEstE – DSR Norte, a DGE, as Federações Desportivas e a Câmara Municipal de Braga.

Entre os Cursos de Formação e Workshops em áreas específicas, esta semana foi a demonstração de que os professores assumem a importância da formação, da atualização dos conhecimentos e da aprendizagem de técnicas especializadas no ensino das modalidades, como fatores de grande importância para a melhoria das suas práticas pedagógicas.

A sessão de abertura, que decorreu na sala mais nobre de Braga, o Theatro Circo, contou com excelentes e pertinentes palestras (Jorge Silvério e do extraordinário Jorge Sequeira), que deram o mote para esta semana intensa de formação e, foi o momento especial para homenagear uma figura ímpar do Desporto Nacional e da nossa cidade, nomeadamente do andebol e do Desporto Escolar.

Foi o momento de folhear a vida profissional de alguém que tem uma forma peculiar de ver e encarar o fenómeno desportivo. Foi o momento de dizer obrigado, pelos préstimos prestados ao serviço público e à educação desportiva de tantos jovens.

O amigo Luís Covas, dedicou mais de quatro décadas ao ensino dos conteúdos da Educação Física a milhares de alunos, e, eventualmente, mais importante, dedicou 27 anos à organização e dinamização das atividades do Desporto Escolar, nas estruturas locais, no Distrito de Braga e nos inúmeros eventos em que foi responsável, a nível local, nacional e internacional.

Este profissional, de excelência, e admirável amigo, foi homenageado pelos serviços prestados, mas principalmente pela forma como encarou a sua ação e profissão. A sua carreira profissional foi um exemplo de paixão, lisura e entrega ao desporto e à educação.

Todos os presentes sentiram uma verdadeira emoção em dizer “obrigado” a um homem que dedicou tanto da sua energia ao serviço dos outros, como um verdadeiro “Homem do Leme”, com o inconformismo e persistência que o caraterizam.

A grandeza da sua ação é um exemplo para muitos de nós, a sua memória extraordinária uma verdadeira panóplia de histórias, nomes, alegrias e momentos inesquecíveis. Quando foi preciso esteve e está sempre pronto a cumprir, com serenidade, paixão, rigor, inovação e organização, os desafios que lhe foram provocados.

Numa sociedade desportiva tão economicista como a que vivemos hoje, foi um privilégio poder acompanhar a sua entrega ao desporto, à educação e, em especial, à sua modalidade de eleição, o andebol.

Enquanto passava o filme que desfiou o rosário de muitas memórias, quase sempre com os olhos rasos de água, também, foi possível sentir a emoção com que toda a sala, mais nobre da cidade, também o sentia.

Todos sentimos, comovidos, os momentos de emoção ao recordar as suas fotos. Todos sentimos o seu prazer de estar na vida. Todos quisemos retribuir a forma cuidadosa como “o Homem do Leme” sempre nos tratou.

Este homem crítico, atento e construtivo, pode-se retirar de cena, em breve, mas jamais poderemos esquecer os seus ensinamentos, a amizade, o carinho e profissionalismo. Obrigado, Luís Covas.



Mais de Carlos Dias

Carlos Dias - 4 Jan 2019

O ano que terminou foi marcado, desportivamente, por vários acontecimentos que fazendo parte do “quotidiano” deixaram a sua marca. Para o futuro é sempre importante não esquecer o passado. E nesta minha reflexão do que foi o ano existem pessoas, figuras, momentos marcantes que devemos enaltecer, refletir e extrair algumas ilações para o que aí vem. […]

Carlos Dias - 21 Dez 2018

Amanhã encerrará, oficialmente, a celebração de Braga’2018 como Cidade Europeia do Desporto. Um ano intenso, mas marcante. Depois de Guimarães, em 2013, também Braga foi considerada a “melhor” CED em 2018. Como sabem, várias cidades europeias assumem a responsabilidade de ostentar esta designação de CED e Braga foi, reconhecidamente, a melhor de todas. É sempre […]

Carlos Dias - 7 Dez 2018

Há lutas intermináveis. As pedras podem cair sobre o nosso caminho, e na maioria das vezes, colocamos o pé e ultrapassamos essas dificuldades, uma a uma, deixando-as para trás. Contudo, existem histórias de luta com forças desiguais, intermináveis, que são encaradas como tarefas permanentes, que já não constam na lista de tarefas, mas que fazem […]


Scroll Up