Espaço do Diário do Minho

Homem do leme
6 Jul 2018
Carlos Dias

Acaba hoje a semana nacional da formação do Desporto Escolar, que decorreu desde o dia 3. Quase uma semana em que quatro centenas de professores rumaram a Braga, para fazerem formação especializada em Desporto e Educação Física.

Este evento é um exemplo de interação institucional e de uma autêntica parceria entre as Escolas de Braga, os Centros de Formação, a DGEstE – DSR Norte, a DGE, as Federações Desportivas e a Câmara Municipal de Braga.

Entre os Cursos de Formação e Workshops em áreas específicas, esta semana foi a demonstração de que os professores assumem a importância da formação, da atualização dos conhecimentos e da aprendizagem de técnicas especializadas no ensino das modalidades, como fatores de grande importância para a melhoria das suas práticas pedagógicas.

A sessão de abertura, que decorreu na sala mais nobre de Braga, o Theatro Circo, contou com excelentes e pertinentes palestras (Jorge Silvério e do extraordinário Jorge Sequeira), que deram o mote para esta semana intensa de formação e, foi o momento especial para homenagear uma figura ímpar do Desporto Nacional e da nossa cidade, nomeadamente do andebol e do Desporto Escolar.

Foi o momento de folhear a vida profissional de alguém que tem uma forma peculiar de ver e encarar o fenómeno desportivo. Foi o momento de dizer obrigado, pelos préstimos prestados ao serviço público e à educação desportiva de tantos jovens.

O amigo Luís Covas, dedicou mais de quatro décadas ao ensino dos conteúdos da Educação Física a milhares de alunos, e, eventualmente, mais importante, dedicou 27 anos à organização e dinamização das atividades do Desporto Escolar, nas estruturas locais, no Distrito de Braga e nos inúmeros eventos em que foi responsável, a nível local, nacional e internacional.

Este profissional, de excelência, e admirável amigo, foi homenageado pelos serviços prestados, mas principalmente pela forma como encarou a sua ação e profissão. A sua carreira profissional foi um exemplo de paixão, lisura e entrega ao desporto e à educação.

Todos os presentes sentiram uma verdadeira emoção em dizer “obrigado” a um homem que dedicou tanto da sua energia ao serviço dos outros, como um verdadeiro “Homem do Leme”, com o inconformismo e persistência que o caraterizam.

A grandeza da sua ação é um exemplo para muitos de nós, a sua memória extraordinária uma verdadeira panóplia de histórias, nomes, alegrias e momentos inesquecíveis. Quando foi preciso esteve e está sempre pronto a cumprir, com serenidade, paixão, rigor, inovação e organização, os desafios que lhe foram provocados.

Numa sociedade desportiva tão economicista como a que vivemos hoje, foi um privilégio poder acompanhar a sua entrega ao desporto, à educação e, em especial, à sua modalidade de eleição, o andebol.

Enquanto passava o filme que desfiou o rosário de muitas memórias, quase sempre com os olhos rasos de água, também, foi possível sentir a emoção com que toda a sala, mais nobre da cidade, também o sentia.

Todos sentimos, comovidos, os momentos de emoção ao recordar as suas fotos. Todos sentimos o seu prazer de estar na vida. Todos quisemos retribuir a forma cuidadosa como “o Homem do Leme” sempre nos tratou.

Este homem crítico, atento e construtivo, pode-se retirar de cena, em breve, mas jamais poderemos esquecer os seus ensinamentos, a amizade, o carinho e profissionalismo. Obrigado, Luís Covas.



Mais de Carlos Dias

Carlos Dias - 9 Nov 2018

Esta semana decorreu a Web Summit, conferência de tecnologia, realizada em Lisboa, onde o tópico de discussão é centrado na importância desta ferramenta aplicada a diversas áreas, incluindo o Desporto. Esta conferência teve em exposição muitos exemplos de aplicação na área desportiva, mas também teve, entre os 800 palestrantes, diversas comunicações ligadas ao fenómeno desportivo, […]

Carlos Dias - 26 Out 2018

Dei comigo a pensar: Porque é que decidi ser professor? Professor de Educação Física? Ao longo destes últimos anos, só ouço dizer que os “professores são uns privilegiados”, que “ganham muito dinheiro”, que “têm mais férias que os outros trabalhadores”. É muito evidente, que a figura do professor sofreu uma enorme desvalorização social. Dei por […]

Carlos Dias - 12 Out 2018

O desporto sempre será um campo social de muita paixão. É o condimento com maior valor para atletas, treinadores, assistentes, pais. De uma forma positiva a paixão (de participar com alma) e o inconformismo (em fazer cada vez mais e melhor) são traços dos grandes campeões. Quando se joga, se salta, se corre, em nome de […]


Scroll Up