Fotografia: DM
IPSS exigem 58 milhões para obras obrigatórias

Instituições de Solidariedade reuniram-se para verem esclarecidos instrumentos financeiros de apoio

 Alexandre Gonzaga
22 Jun 2018

A União das Instituições Pariculares de Solidariedade Social de Braga (UDIPSS-Braga) enviou ontem uma carta ao ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social onde solicita a necessidade de se encontrarem instrumentos financeiros que auxiliem a execução de obras obrigatórias impostas por lei no valor de 58 milhões de euros, para que continuem a desenvolver normalmente as suas atividades e consigam dar as respostas sociais adequadas.

A missiva também foi encaminhada aos presidentes da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade (CNIS)  e do Conselho Diretivo do Instituto de Segurança Social, e ainda ao diretor do Centro Distrital de Braga da Segurança Social, e explica que destes 58 milhões, cerca de 27 milhões de euros enquadram-se em obras de alteração e ampliação de instalações.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]




Notícias relacionadas


Scroll Up