Fotografia: Nuno Cerqueira

Unidades de serviços de saúde de Esposende e Barcelos vão melhorar atendimento não urgente

O projeto “Gestão do Percurso do Utente com Doença Aguda”, enquadra-se no SNS + Proximidade.

Redação
30 Mai 2018

Os centros de saúde do Cávado Barcelos/Esposende e o Hospital Santa Maria Maior em Barcelos implementaram um projeto de “articulação e integração”, permitindo uma alternativa eficaz ao atendimento no Serviço de Urgência casos não urgentes, indicou hoje fonte oficial.

Em comunicado, a Administração Regional do Norte (ARS) explica que o projeto “Gestão do Percurso do Utente com Doença Aguda”, enquadra-se no SNS + Proximidade, que visa «a referenciação informática de utentes não urgentes a partir do Serviço de Urgência para os Cuidados de Saúde Primários, proporcionando ao utente uma alternativa de atendimento no próprio dia, ou o mais tardar, no dia seguinte, através da realização de uma consulta na sua Unidade de Saúde».

Aquele projeto quer assim dar uma “resposta verdadeiramente integrada” entre Cuidados de Saúde Primários e os Cuidados Hospitalares em alternativa ao «recurso excessivo ao Serviço de Urgência de pessoas que poderiam ver a sua situação de doença aguda resolvida junto da equipa de saúde familiar».

 

 
[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up