Fotografia: Nuno Cerqueira

Futuro da Inteligência Artificial em Portugal vai passar por Barcelos

Celebração dos 14 anos da Escola Superior de Tecnologia do IPCA.

Nuno Cerqueira
26 Mai 2018

O Instituto Politécnico do Cávado e Ave assumiu que quer estar na «linha da frente» da Inteligência Artificial (IA) em Portugal, definindo mesmo como estratégia a «investigação» nesta área.

Os passos dados pela Escola Superior de Tecnologia (EST), que ontem celebrou 14 anos de existência, dão conta disso mesmo, nomeadamente o investimento que está a ser feito na criação do Centro de I&D em Inteligência Artificial Aplicada (IAA).

O Laboratório em Inteligência Artificial Aplicada (2Ai) é só uma das aposta de futuro e os responsáveis desta instituição de Ensino Superior não escondem os passos que estão a dar, alguns mesmo físicos, como é o caso do lançamento da obra do M-Factory Lab do IPCA , já marcado para o dia 4 de junho.

Perante a presença do presidente da Fundação Ciência e Tecnologia, Paulo Ferrão, o diretor do EST, Vitor Carvalho, pediu apoio para os investigadores que vão frequentar estes laboratórios, nomeadamente o Centro de I&D em Inteligência Artificial Aplicada.

 
[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]

Foto: Nuno Cerqueira





Notícias relacionadas


Scroll Up