Vídeo: Nuno Cerqueira

Pescadores exigem tampas nos tubos de amarração da marina.

Nuno Cerqueira
22 Maio 2018

Não é a “história de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar”, do escritor Luís Sepúlveda, mas o final é “a liberdade”.

Dois pescadores de Esposende conseguiram devolver às liberdade, hoje ao início da tarde, uma gaivota que caiu no interior de um tubo, que devia estar tamponado, e que serve de amarra às plataformas dos barcos dos pescadores na marina em Esposende.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]

 


Outros Vídeos

Scroll Up