Fotografia: DR

Ativistas do Bloco de Esquerda de Braga taparam estátua do marechal Gomes da Costa

Ação do BE de Braga decorreu durante hoje de madrugada.

Nuno Cerqueira
25 Abr 2018

Um grupo de ativistas do Bloco de Esquerda de Braga taparam, hoje de madrugada, a estátua do marechal Gomes da Costa, localizada na Praça Conde de Agrolongo, em Braga.

As fotografias foram vinculadas pelo BE na página de internet do partido, onde a historiadora e deputada na Assembleia Municipal pelo BE de Braga, Alexandra Vieira, justifica a ação.

« Este militar foi responsável, a 28 de maio de 1926, pela implantação da ditadura militar, que mais tarde deu origem à ditadura fascista.», lê-se.

A escultura está em Braga desde 1966.

Alexandra Vieira questiona ainda os responsáveis da cidade de «como é que 44 anos depois a cidade de Braga ainda tem estas esculturas simbólicas numa praça pública no centro da cidade», acrescentando ainda que o objetivo desta ação foi colocar os bracarenses «a pensar e a discutir a razão pela qual a escultura foi hoje tapada».

 

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]

 





Notícias relacionadas


Scroll Up