Fotografia: DR

Município investe cerca de 800 mil euros em empreitada de saneamento básico

Estão já em curso as obras de alargamento da “Rede de Saneamento da Freguesia de Cabanelas”.

Redação
24 Abr 2018

A empreitada “Rede de Saneamento na freguesia de Cabanelas” já está em curso e contempla um investimento global 781.552,91 euros comparticipado pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos  em 85%.

A concretização desta obra, considerada estruturante para o desenvolvimento da freguesia de Cabanelas, vai traduzir-se num alargamento significativo rede de tratamento de águas residuais, fazendo chegar este serviço básico à grande maioria das habitações locais.

Até 2019 a Câmara vai realizar um investimento avultado na instalação de todas as infraestruturas e equipamentos que vão permitir que o território concelhio atinja uma elevada taxa de cobertura de saneamento básico.

Cabanelas é uma freguesia em franco crescimento que congrega já uma série de equipamentos e serviços que concorrem para a sua atratividade e vai agora conhecer um impulso fundamental em matéria de infraestruturas de saneamento, mas também, numa fase posterior, em termos de requalificação da rede viária.

O presidente da Câmara, António Vilela, esclarece que «a grande prioridade de desenvolvimento estratégico assumida pela maioria social-democrata do Executivo Municipal está a conhecer avanços dignos de relevo».

«Fruto do trabalho de planeamento realizado e do grande empenho dos serviços municipais na preparação de candidaturas que foram amplamente aprovadas e estão agora a ser concretizadas», frisa.

António Vilela refere mesmo que  «o esforço desenvolvido no sentido da consolidação das contas do Município também foi determinante».

«Pois agora a Câmara ter disponibilidade financeira para assumir a sua quota parte nestes investimentos que vão alavancar a qualidade de vida dos vila-verdenses», aponta

O presidente da Câmara sublinha ainda que «o concelho está a transformar-se numa autêntico estaleiro de obras».

«Obras que vão não só melhorar significativamente os níveis de salubridade e de higiene, aportando maior bem-estar às pessoas, como vão também contribuir para elevar a qualidade da água dos rios que percorrem o território concelhio e, assim, ter um impacto ambiental muito positivo», frisa.





Notícias relacionadas


Scroll Up