Fotografia: António Silva

Estado tem que assumir responsabilidades com instituições sociais

A União das Instituições Particulares de Solidariedade Social de Braga realizou o Encontro “Cidadania 2018”.

Carla Esteves
21 Abr 2018

O presidente da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade – CNIS, cónego Lino Maia, afirmou, hoje, que «é preciso que o Estado assuma as suas responsabilidades em relação às instituições sociais», de maneira a que estas continuem a desempenhar o seu imprescindível papel na sociedade.

Lino Maia falava durante o encontro “Cidadania 2018”, que decorreu no auditório da Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Católica (UCP) de Braga, promovido pela União das Insitituições Particulares de Solidariedade Social de Braga (UDIPSS-Braga).

Segundo o cónego Lino Maia existem no distrito de Braga 506 Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), o que a transforma no distrito onde se regista uma maior densidade de IPSS em Portugal, já que aqui se encontram 10,1% das 5019 IPSS que existem em Portugal.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho de amanhã]





Notícias relacionadas


Scroll Up