Fotografia: Nuno Cerqueira

UCC da GNR apreende meixão no valor de 13 mil euros e faz cinco detidos na foz do Cávado

GNR apreendeu ainda redes de pesca e uma embarcação.

Redação / Nuno Cerqueira
17 Abr 2018

Cindo indivíduos foram esta madrugada detidos em flagrante, no concelho de Esposende, por captura de meixão. A missão vou levado a cabo pela Unidade de Controlo Costeiro da GNR, através do Destacamento de Controlo Costeiro de Matosinhos.

A ação visou fiscalizar a captura ilícita de meixão que, para além das detenções, resultou ainda na apreensão de 1 853 gramas de meixão, três redes ilícitas, duas embarcações e diverso material para captura e preservação dos espécimes.

«A enguia europeia (anguilla anguilla), que na fase larvar é conhecida por enguia juvenil/meixão, é uma espécie considerada em perigo e que tem sofrido grande redução do número de efetivos em razão da pesca ilegal, impedindo desta forma o normal ciclo de reprodução, colocando em causa a sustentabilidade da espécie», refere a GNR em comunicado.

A quantidade de pescado apreendido corresponde a cerca de 7.400 espécimes, com um valor estimado no mercado final (países Europeus e Asiáticos) de 13 mil euros.

Os detidos, com idades compreendidas entre os 35 e 67 anos, foram constituídos arguidos e serão presentes ao Tribunal Judicial de Esposende amanhã, dia 18 de abril, tendo o meixão sido devolvido ao seu habitat natural.





Notícias relacionadas


Scroll Up