Fotografia: Nuno Cerqueira
Vendedor de Braga condenado por falsos contratos de televisão e “net”

Jovem assinava contratos sem autorização.

Nuno Cerqueira
16 Abr 2018

Um vendedor da freguesia de São Victor, em Braga, foi condenado pelo Tribunal de Braga a pagar uma multa de 3480 euros por ter burlado seis pessoas.

Segundo o processo, o homem, com 21 anos, assinava contratos de internet, telemóvel e TV sem a respetiva autorização, captando desta forma clientes para as principais operadoras entre 2013 e 2015.

O jovem conseguia cópias de bilhetes de identidade e assinava o contrato em nomes dessas pessoas. Os cidadãos acabavam por detetar a burla quando os técnicos lhes batiam à porta para instalar as ligações.

As reclamações das vítimas acabavam por não ser aceites pelas operadoras e os processos terminavam em tribunal, com injunções que obrigavam os “clientes” a pagar a fidelização onde os montantes chegavam aos 1750 euros.

O esquema foi descoberto e o indivíduo acabou condenado.




Notícias relacionadas


Scroll Up