Fotografia: Álvaro Magalhães
Trabalhadores da Bosch querem horários “amigos” da família e da sua saúde

Em causa está a mudança de turnos diurnos para noturnos «de um dia para o outro».

Álvaro Magalhães
16 Abr 2018

Um grupo de trabalhadores e sindicalistas da Bosch manifestou-se ontem no centro da cidade de Braga defendendo o fim de horários de trabalho que consideram pouco amigos da sua saúde e do ambiente familiar.

Em causa está a mudança de turnos diurnos para noturnos «de um dia para o outro» com todos os impactos que tal acarreta para a saúde e para o dia a dia das famílias.

A ação de denúncia foi promovida, junto à Arcada, pelo Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente (SITE), afeto à CGTP-IN e contou com a presença de um grupo de mais de 50 pessoas e da deputada do PCP, Carla Cruz.

«Defendemos o direito ao descanso ao sábado e ao domingo», declarou aos jornalistas Sérgio Sales, trabalhador da BosSindicalistas apelam à participação dos trabalhadores na jornada do 1º de Maio.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]




Notícias relacionadas


Scroll Up